Diário de Viagem - 043/119 - 17/10/2006      Canfranc


 -x-x-x-x-x- . Hoje nossa primeira atividade normal seria começar a arrumar as mochilas, entretanto deixamos tais atividades para após o petit dejeneur, a manhã estava fria e por volta das 8:00 começamos a preparar as mochilas para a viagem que vamos fazer usando o Autocar (TER) da SNCF o qual nos levará a Canfranc (Espanha) num trajeto de 54 km numa viagem de 81 minutos.
Enquanto estávamos na Gare de Oloron, aproximadamente as 9:30 chegou um casal de peregrinos (alemães), após circularem pela área ficaram com suas mochilas aguardando o Autocar.
As 9:45 embarcamos, juntamente com os 2 peregrinos que desceram em Escot (20 minutos de viagem) e nossa viagem - nós e o motorista - realizou-se por um percurso com um visual deslumbrante, rodovia bastante estreita e na manhã de hoje com pouco movimento e sempre margeada pelos pequenos rios de montanha (pouca água e muita pedra) e também com sinais da antiga ferrovia que vinha da França para os Pirineus.
As montanhas dos Pirineus estão sempre presentes ao cenário que se desenrola diante os nossos olhos.
Após uma viagem tranqüila chegamos ao grande túnel de Somport que fura os Pirineus em uma extenção de 8,6 km.
Ao sairmos do túnel já em território espanhol alguns metros após estávamos em Canfranc Station.
Canfranc é um município da Espanha na província de Huesca, comunidade autónoma de Aragão, de área 71,58 km² com população de 564 habitantes (2004) e densidade populacional de 7,88 hab/km².
Ao descermos do ônibus a nossa primeira preocupação foi localizar um hotel/casa rural, localizamos a Casa Rural Marieta onde nos registramos para a noite de hoje.
Solicitamos informação sobre o Caminho, Internet e sobre o Tempo.
O caminho inicia-se a mais ou menos 2 km de onde estamos, Internet tem na Biblioteca (só para acesso) e somente após as 16:15.
Quanto ao tempo teremos que aguardar o desenrolar do dia, pois neste momento está frio, nublado e ventando muito e a previsão é de chuva.
Com referencia ao Caminho soubemos que devido as fortes chuvas ocorridas a pouco tempo existem áreas intrafegáveis e muito perigosas ,assim sendo deve ser feita pela carretera 330 que lamentavelmente nos coloca novamente no traçado das terríveis "rotas".
Como informação complementar o pessoal da Oficina de Turismo, desaconselhou fazermos o trajeto Canfranc Station-Jaca a pé.
Hoje com bastante facilidade de entendimento, conseguimos um menu inteligível e comível (o prato de hoje foi: caldo de salda de almedras - costilla de cerdo assado e pudim de baunilha; canelones de carne moída - escalopinas de ternera - creme) e com um bom vinho caseiro.
Enquanto almoçávamos e analisando os altos e baixos, os prós e contras que enfrentamos até agora, vamos pensar e analisar a possibilidade de mudarmos a filosofia geral do projeto, em síntese o que pensamos fazer é agregar ao programa geral a opção de transporte que iremos usar para nos deslocarmos entre cidades de médio e grande porte as quais poderemos conhecer e circular pelas imediações ou em pequenas localidades históricas.
A mudança de filosofia vai evitar que a cada pequeno contratémpo tenhamos que fazer uma reformulação, a passagem por Santiago de Compostela, com visita a Finisterra são pontos básicos na nossa reprogramação.
A nossa frente a mais ou menos 300 metros esta a grande estação ferroviária (desativada).
História de uma linha ferroviária mística.
A idéia de unir a Espanha e a França por uma ferrovia nasceu em 1853.
Em 1885 ambas as nações pactuam pela construção da linha e da estação internacional da ferrovia.
Existem distintas possibilidades quanto ao planejamento e localização da mesma, sendo finalmente a zona de arañose a elegida.
Em 1904 se firmou o tratado internacional que impulsionou a construção da Estação e do túnel.
Devido aos atrasos nos trabalhos durante a primeira guerra mundial a estação se inaugurou em 18-07-1928 na presença do Rei Alfonso XIII e do presidente da Republica Francesa Gaston Doumerge.
O edifício é característico pela arquitetura da época do final do século 19.
Pouco depois de sua inauguração teve lugar a crise econômica de 1929, também um grande incêndio na parte do edifício da estação em 1931 e pela guerra civil espanhola em 1936-1939.
O exército ocupa a estação e o túnel internacional foi fechado com um muro de concreto para impedir qualquer comunicação com a França.
Em 1944 aconteceu um incêndio em Canfranc Pueblo destruindo 117 casas das 132 existentes, a população foi transladada a los Aroñones.
O trafego na ferrovia aumenta progressivamente até meados de 1965, sendo mais importante do que nos primeiros anos de funcionamento e sendo reforçado pela instalação de fábricas em SabIñanigo. Nosso roteiro, Cidades pelas quais já passamos e iremos passar...
Em 27 de marco de 1970 um pequeno trem de mercadorias francesas descarrila por freio insuficiente na ponte L'estanguet, a uns 5 km de Bedous, entre Accous e Eygun.
A ponte destrocou se totalmente em função da queda, daquela data em diante interrompeu-se totalmente a comunicação com a França por meio desta ferrovia.
De Bedous a Canfranc existem 5 viadutos e 16 túneis dentre os quais cabe destacar e do Somport com 7.875 metros de comprimento e cujas obras começaram no final de 1908 e finalizadas em princípios de 1912, pelo prazo de realização supoe-se um grande esforço.
O comprimento total destas obras civis representam 44% do traçado Bedous-Canfranc.
A estação internacional de ferrocaril de Canfranc se destaca pela arquitetura cujas características a tornam especial pela utilização de cristal, ferro e cimento.
A fusão destes materiais permitiu criar formas originais e modernas, como podemos ver em edifícios representativos como a Torre Eifel (Paris), a Estação de Trem de King's Cross (Londres).
Com toda a certeza a natureza foi a fonte principal de inspiração de seu estilo o que pode ser observado na decoração interna, apesar de seu mau estado.
Foi declarada bem de interesse cultural em 2002 pelo governo de Aragon.
A paisagem dos Pirineus nesta época é de um colorido fotográfico, com verdes de várias tonalidades, como estamos fora da estação de inverno os grandes hotéis e a estação de ski estão fechados, o movimento da cidade é muito pequeno.


Click nas fotos para ampliar.

Mendes  @   Rosa Maria

Voltar para Fotos     Proximo Diário     Home