Diário de Viagem - 015/119 - 19/09/2006      Orleans - Sauvres


 -x-x-x-x-x- . Depois da analise de alguns detalhes técnicos, as 10:21 embarcamos com destino a Beaugency aonde chegamos por volta das 10:55 e as 11:00 horas estávamos dentro da Igreja Notre Dame que esta localizada próxima a ponte do peregrino.
Iniciamos a nossa caminhada com destino a Sauvres seguindo as indicações da GR3 (Grand Randonée 3).
O trajeto esta dentro de uma região agrícola e residencial, tendo o rio Loire a esquerda no sentido norte-sul.
O percurso nos brindou com chuviscos e ondas de chuva, quanto mais nos aproximávamos da Centrale Nucleaire de Beangecy onde pudemos constatar a razão das pequenas chuvas e chuviscos que são decorrentes da saída de vapor d'água através de dois enormes tubos exaustores( presumimos 30 a 40 andares de altura).
Observamos que a usina nuclear está ao lado do rio Loire no qual existe uma pequena barragem para suprimento da mesma e passamos pelas habitações bem próximas da usina, apenas do lado oposto do rio, aonde vimos jardins muito bem estruturados e grandes lavouras, bem como áreas de camping, o que significa confiança absoluta nas instituições responsáveis pela construção, manutenção e prevenção de acidentes.
Quando deixamos a área próxima da usina nuclear caminhamos por mais ou menos 6 km sobre uma elevação de terra em cujo topo corria uma pista em alguns lugares asfáltica, em outros com pedregulho e que mantinha do lado esquerdo uma mureta de mais ou menos um metro acima do piso, e que concluímos que seja um tipo de dique barragem cujo objetivo é evitar que as águas do Loire que em épocas de enchentes alagam a região e atingem o asfalto.  Nosso roteiro, Cidades pelas quais já passamos e iremos passar...
Chegamos ao cruzamento da N152 e continuamos em direção de Sauvres (Na N152 a esquerda vai para Chambord e a direita Orleans).
O nosso trajeto em direção a Sauvres de mais ou menos 5 km foi feito sobre o dique barragem já descrito anteriormente com áreas cultivadas e em preparação em todo o lado direito.
Observamos que em alguns lugares do dique barragem existe canalizações que permitem que a água das enchentes passem do lado esquerdo (lado do rio) para o lado direito das regiões cultivadas com muitos lagos artificiais.
Ao chegarmos à placa indicadora da cidade de Suevres a indicação era de mais 2,8 km, após concluirmos o percurso fomos informados que a Gare de Suevres estava a mais ou menos 3 km, chegamos na Gare as 16:10 na qual por questões administrativas não tem funcionário, assim sendo aguardamos na plataforma com destino a Orleans e quando o trem de alta velocidade se aproximava apenas nós dois estávamos da plataforma para embarque com destino a Orleans.
Num funcionamento normal e perfeito para a região o grande trem se aproximou e parou.
Nós embarcamos, pagamos a passagem enquanto o trem percorria rapidamente os 45 km que nos separavam de Orleans, estávamos usufruindo do conforto dos grandes trens europeus.


Click nas fotos para ampliar.

Mendes  @   Rosa Maria

Voltar para Fotos     Proximo Diário     Home